É hora de cuidarmos uns dos outros

É hora de cuidarmos uns dos outros

Todos podemos acompanhar o avanço do novo Coronavírus no mundo e no Brasil. É nosso papel conter o avanço dessa infecção para que seus danos sejam mínimos à nossa sociedade. Por isso nós fizemos um apanhado de informações sobre o vírus e as formas que podemos nos defender dele para vocês. 

As informações a seguir foram todas retiradas do Ministério da saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Existem diversos tipos de Coronavírus no mundo, alguns deles já foram causas de infecções respiratórias no passado como a MERS em 2012 e a SARS em 2002.  Esse novo tipo de Coronavírus conhecido como COVID-19 teve seu primeiro contato com seres humanos no final de 2019 em um mercado de animais vivos em Wuhan, na China. Sabe-se que o consumo de animais selvagens ocasionou o contato entre o novo vírus e os seres humanos, mas ainda não se sabe qual animal foi o transmissor. 

O COVID-19 é transmitido com muita facilidade, e por isso se espalhou tão rápido pelo mundo. O vírus é transmitido através do espirro e da tosse de pessoas infectadas que podem entrar em contato com outras pessoas ou permanecer em superfícies por algum tempo. 

Se uma pessoa não infectada põe as mãos em uma superfície que contenha o vírus e leva as mãos à boca, nariz ou olhos logo após, ela será infectada. Por isso a higienização constante das mãos é de extrema importância.

Como sei se estou infectado(a)?

Esses são os sintomas da infecção pelo novo Coronavírus

Se perceber um ou mais desses sintomas procure orientação médica, mas evite ir até pronto-socorros e hospitais com frequência. 

Como posso me proteger?

As formas de proteção listadas pela Organização Mundial da Saúde e pelo Ministério da saúde são as seguintes:

Higienização

  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabão; 
  • Uso de álcool em gel 70% para higienização completa das mãos e de objetos como telefones, teclados, cadeiras, maçanetas, etc;
  • Para a limpeza doméstica recomenda-se a utilização dos produtos usuais, dando preferência para o uso da água sanitária (em uma solução de uma parte de água sanitária para 9 partes de água) para desinfetar superfícies;
  • Para a higienização das louças e roupas, recomenda-se a utilização de detergentes próprios para cada um dos casos. É importante separar roupas e roupas de cama de pessoas infectadas para que seja feita a higienização à parte.

Ações

  • Quando tossir ou espirrar, tampe a boca/nariz com  braço (com o cotovelo dobrado) ou use um lenço de papel e descarte-o imediatamente após o uso; 
  • Evite tocar nos seus olhos, nariz e boca.
  • Evite contato físico com qualquer pessoa que tenha tosse ou febre;
  • Evite aglomerações;
  • Mantenha distância de, em média, um metro de outras pessoas; 
  • Se você tiver tosse, febre ou dificuldade para respirar, procure orientação médica; 
  • Mantenha-se em casa o máximo possível, principalmente se estiver com sintomas de resfriado;
  • Máscaras faciais descartáveis devem ser utilizadas por profissionais da saúde, cuidadores de idosos, mães que estão amamentando e pessoas diagnosticadas com o coronavírus;
  • É importante que as pessoas comprem antecipadamente e tenham em suas residências medicamentos para a redução da febre, controle da tosse, como xaropes e pastilhas, além de medicamentos de uso contínuo;
  • No caso das crianças, recomenda-se que os pais ou responsáveis, adquiram fraldas e outro produtos em uma maior quantidade para que se evite aglomerações em supermercados e farmácias.

Por que estão sendo tomadas medidas tão drásticas? 

As medidas de contenção tomadas pelos órgãos do governo tem como objetivo atrasar o contágio. 

Por ser uma doença de fácil contágio, o número de casos pode crescer de forma exponencial se cuidados não forem tomados. Se os casos aumentarem sem controle, o sistema de saúde não conseguirá oferecer os cuidados necessários a todos os infectados e nem mesmo a outras demandas como acidentes e pacientes graves que precisem de atendimento imediato. Isso é chamado de colapso do sistema de saúde. 

Por isso, antes que o número de pessoas infectadas cresça muito é importante seguir as orientações das autoridades responsáveis. 

Neste momento, mais importante do que se informar é não permitir que informações erradas cheguem às pessoas, por isso a OMS criou uma página para desmentir as fake news sobre o novo Coronavírus, você pode acessá-la neste link e manter você mesmo e os outros ao seu redor bem informados. Infelizmente a página não está disponível em português, mas dentre as seis línguas disponíveis estão o inglês e o espanhol. 

Deixe uma resposta

Fechar Menu